Últimas Notícias

img1

Mulher é agredida pelo marido após não aceitar chegar em boate em Santa Maria do Oeste

 

No dia 02 de fevereiro por volta das 03h20min, chegou no Destacamento da Polícia Militar uma pessoa, acompanhado de uma senhora e de seus enteados de 13, 12 e 11 anos.

Em conversa com a pessoa, este passou a relatar que estava transitando pela rodovia PR-456, em Santa Maria do Oeste, quando nas proximidades de uma boate, ouviu pedido de socorro, que imediatamente parou e visualizou que a senhora juntamente com as crianças estariam correndo do convivente dela e pai das crianças, a pessoa colocou eles em seu veículo e que deslocou até este destacamento.

Em conversa com a vítima, esta relatou que, atualmente, reside na cidade de Pitanga, mas que já residia em Santa Maria do Oeste, e que por volta das 19h00min, teria vindo até este município visitar os pais do marido e que posteriormente, quando estavam retornado para Pitanga, ele parou no portão de entrada da boate, mas que ela se negou a entrar no local, visto que estavam com crianças. Que diante da negativa por parte da vítima, ele agrediu com chutes e socos causando-lhe lesão na face. Que a filha mais velha dele, ao ver a situação foi tentar defender sua madrasta, mas que também foi agredida.

Diante da narrativa dos fatos, esta equipe policial deslocou até o endereço da mãe da mulher a fim de deixar os menores e realizar buscas contra o autor, mas que antes de chegar no local, foi visualizado um veículo com as mesmas características do automóvel do autor.

De imediato foi deslocado para realizar a abordagem, sendo que foi logrado êxito em abordá-lo na Rua Germano Wendler esquina com a Rua Generoso Karpinski.

Após a abordagem, foi constatado ser o autor dos fatos, sendo que durante revista pessoal e ao veículo nada de ilícito foi encontrado, no entanto não possui CNH, além de estar com sintomas de embriagues e o veículo está com débitos pendentes.

Dessa forma foi oferecido o teste etilometrico, sendo recusado, assim foi lavrado o termo de constatação de sinais de alteração da capacidade psicomotora.

Diante dos fatos, e do interesse por parte da vítima, as partes foram conduzidas até a 45 DRP para dar prosseguimento no feito, bem como conduzindo a vítima para o hospital São Vicente para confecção do laudo de lesão. Ressalta-se que o autor já tem outras passagens pelo crime de embriagues e também por violência doméstica.

Fonte: PM - Via Blog do Elói


Postar um comentário

0 Comentários