Últimas Notícias

BANCO DO AGRICULTOR APOIA O DESENVOLVIMENTO RURAL DE IRETAMA

 

O Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná IAPAR/EMATER tem incentivado os produtores de leite a utilizarem o banco agricultor, que é um instrumento que possibilita ao governo do Estado conceder subvenção econômica a produtores rurais, cooperativas e associações de produção, comercialização e reciclagem, e a agroindústrias familiares, além de projetos que utilizem fontes renováveis de geração de energia e programas destinados à irrigação, entre outros.

A concessão de subvenção econômica com recursos do Fundo de Desenvolvimento Econômico - FDE, na forma de equalização de taxas de juros, integra a política de desenvolvimento do Paraná pelo estímulo a atividades econômicas, mediante a qualificação de beneficiários e o suporte financeiro a operações de crédito operadas pela Agência de Fomento do Paraná S.A. - Fomento Paraná e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul - BRDE.

A Fomento Paraná e o BRDE, em conjunto com a Fomento Paraná na qualidade de gestora do FDE, poderão celebrar convênios com órgãos ou entidades financeiras que integram o Sistema Nacional de Crédito Rural –SNCR para a concessão da subvenção econômica nas operações de crédito rural que esses órgãos e entidades contratarem com beneficiários do Banco do Agricultor Paranaense.

Os beneficiários podem ser:

I - a pessoa física e jurídica com faturamento de até R$ 360 mil reais no ano-calendário, nas operações de microcrédito;

II - a micro, a pequena e a média empresas;

III - o produtor rural;

IV - a agroindústria familiar;

V - a cooperativa da agricultura familiar;

VI - as cooperativas de produção, de comercialização e de reciclagem e as associações regularmente constituídas;

VII - a pessoa física ou jurídica, independentemente de seu porte, em projetos que utilizem fontes renováveis de geração de energia e em projetos de irrigação por qualquer sistema, modalidade ou método.

 O casal Valdinei e Monica, são produtores assistidos pelo IDR- Paraná, recebem assistência técnica e com várias melhorias de manejo alimentar, passaram de uma produção diária de 140 litros para 300 litros, e agora estão renovando o plantel de animais com a ajuda do banco agricultor Paranaense, na compra de matrizes leiteiras de genética comprovada.

Segundo o produtor, Valdinei: “Estou muito satisfeito com minha produção e querendo melhorar a cada dia mais, com essa ajuda do governo para eu ter que pagar menos juros no financiamento das minhas novilhas leiteiras melhora demais nossa situação e com a assistência do IDR, próximo passo, será a construção do barracão para minhas vacas comer na sombra o tempo todo”.

 

Fonte - Unidade de extensão rural do  Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná IAPAR/EMATER.







Postar um comentário

0 Comentários