Últimas Notícias

Roncador - Produtor inova com silagem de Capiaçu

 


O produtor Deosdete Pereira dos Santos  da comunidade do Cancan de Cima no município de Roncador, realizou a ensilagem da forrageira BRS Capiaçu desenvolvida pela Embrapa e amplamente difundida no país, a grande produção de matéria seca que pode chegar a 50t/ha/ano é o principal atrativo da forrageira o que tem levado muitos produtores a investir no cultivo.

Além da grande produção de biomassa, a forrageira apresenta certa tolerância ao estresse hídrico, o que o próprio produtor pode comprovar nessa primeira experiência: “Fazem uns cinco meses que plantei, então faltou as chuvas por algum tempo, ele deu uma paradinha no crescimento mas com a volta das chuvas ele desenvolveu muito e agora estou ensilando.” Relata o produtor muito satisfeito com o resultado. No caso do produtor, foram ensilados aproximadamente 30 toneladas de matéria verde colhida em uma área de 2800 m².

Forrageiras como o Capiaçu estão tendo excelente resultado nas propriedades da região e frente a redução nas chuvas esperadas em diferentes épocas nos últimos anos, tem sido um dos principais volumosos disponíveis nas propriedades mesmo em época com menor pluviosidade, o que aumenta ainda mais a confiança dos produtores em relação ao potencial desse tipo de forrageira.

Com o compartilhamento dos vídeos mostrando o processo de corte e ensilagem do material em aplicativos de mensagens, o interesse dos demais produtores aumentou mais ainda. Uma das principais dúvidas quando ao uso da forrageira para silagem era o corte da mesma, qual equipamento seria necessário para realização do processo de corte do material, tendo em vista o tamanho e a resistência do material frente ao milho.

De acordo com Deosdete vários produtores fizeram contato pedindo informações sobre a experiência com o Capiaçu: “o trator deve ser mais potente, trator pequeno não aguenta, porém na ensiladeira foram retirados algumas facas, eram doze e foram reduzidas para seis, com isso e uma marcha reduzida não tivemos dificuldade em fazer a silagem, foi tranquilo”.

É importante destacar o importante papel das redes sociais no compartilhamento das experiências, principalmente em tempos de pandemia onde bons resultados como esse do cultivo e ensilagem do Capiaçu puderam ser compartilhadas com vários produtores que se sentiram motivados a implantar a variedade.

Deosdete e a esposa Anilda fazem parte do grupo de famílias assistidas pelo IDR – PR (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – IAPAR – EMATER), que tem feito um trabalho intenso na disseminação de várias forrageiras além do Capiaçu, entre outras tecnologias que adentram no mercado, sempre levando informação para o campo, melhorando a produtividade, renda e qualidade de vida dos produtores.]

Fonte - Unidade de extensão rural do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – IAPAR /EMATER de Roncador.






 


Postar um comentário

0 Comentários