Últimas Notícias

Formigas cortadeiras - Emater orienta sobre elas durante Expogoio 2018.



Considerada umas das piores pragas urbanas e rurais dos últimos tempos, a formiga cortadeira foi tema de exposição e orientação aos visitantes do espaço ambiental na Expogoio 2018, com base na 2ª Campanha estadual para o controle das formigas cortadeiras”, amparada pela Lei Estadual nº 17.494, datada de 10/01/2013. Esta lei “Institui a Semana Estadual de Combate às Formigas Cortadeiras a ser promovida no Estado do Paraná na segunda Semana de Julho”.

 É importante que a população seja incentivada e orientada a realizar o controle das formigas, antes que os prejuízos comecem a ser maiores e se perca o controle da situação, nos últimos anos a proliferação das cortadeiras tem assustado, além das pastagens, atacam frutíferas, cafezais, roseiras e todo tipo de árvores e folhagens. Numa noite, dependendo do tamanho do formigueiro, elas cortam uma árvore inteira, além de comprometerem as galerias e as fundações das casas, isso sem contar que já se começa a pensar em danos econômicos em culturas significativas, justificando um plano de combate efetivo e permanente.

Visando apoiar a campanha estadual e orientar a sociedade local no período de 10 a 13 de agosto de 2018 a Sociedade Rural de Goioerê, Secretária de Agricultura do Município e Instituto Emater, apresentaram um formigão gigante de 2,70 m de comprimento com objetivo de chamar a atenção das Lideranças, Técnicos, produtores e público em geral para o grande problema que a formiga Saúva vem provocando em nosso Estado.

Durante a Exposição os Técnicos do Instituto da Emater com apoio dos alunos do 5º ano do curso de Agronomia da Universidade Integrado do Município de Campo Mourão explicaram aos visitantes a importância dessa praga que vem aumentando com o passar dos anos, durante os quatro dias de exposição estimasse que passaram pelo estande mais de 2500 pessoas, entre lideranças, agricultores e público em geral.

Fonte - Unidade local Instituto Emater de Goioerê-PR

Postar um comentário

0 Comentários