O Programa trator solidário do Governo do Estado financia a compra de tratores e equipamentos agrícolas a preços mais acessíveis para pequenos agricultores. Neste ano, a meta é financiar até 1000 tratores, 30 colhedoras e 150 pulverizadores. O programa é destinado a pequenos produtores com propriedades com cerca de 12 até 75 hectares (até quatro módulos fiscais) e renda bruta anual de até R$ 415 mil, oriunda da atividade agrícola. O agricultor interessado em adquirir máquinas e implementos deve procurar a unidade da Emater em seu município que fornece informações sobre o Programa, seleciona os beneficiários e elabora as pré-propostas e projetos.

Na região centro ocidental paranaense, COMCAM, já foram beneficiadas mais de 600 famílias, com tratores, colhedoras e outros equipamentos, no município de Campina da Lagoa, de 2007 a 2018 foram 32 agricultores familiares beneficiados pelo programa Trator Solidário.

Dando sequência ao trabalho, ontem (11), o agricultor familiar Francisco Fávero da comunidade São Francisco, recebeu em sua propriedade uma Colhedora de Cereais adquirida pelo Programa do Governo do Estado Trator Solidário.

 A compra da Colhedora foi através da agencia local do Sicredi, com projeto elaborado pelo responsável local pelo Emater Everaldo Andrade de Ávila e venda pela Equagril de Ubiratã, concessionária New Holland.

Estima-se que o produtor paga cerca de15 18% a menos em relação ao preço praticado no mercado, além disso os recursos para a compra do maquinário são do Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) que oferece créditos com juros de 4,6% ao ano e prazo de até 7 anos para pagar, um outro diferencial para o produtor é a garantia da equivalência milho.

Ao receber o maquinário o agricultor Francisco Fávero disse que a compra da colhedora só foi possível devido a grande diferença de preço entre o do mercado e o do Programa, fazendo com que a compra através do Programa do Governo fique mais acessível aos produtores. Disse ainda que a nova máquina vai ajudar muito a família durante a colheita, reduzir custos e melhorar sua renda.

Fonte - Unidade local Emater de Campina da Lagoa.