Últimas Notícias

Paralisação de caminhoneiros já atinge 17 estados

Foto: WhatsApp

A paralisação nacional dos caminhoneiros contra o reajuste do diesel já atinge pelo menos 17 estados, nesta segunda-feira (21).

Foram registrados pontos de protesto em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Pará e Bahia.

Só no estado do Paraná foram registrados 21 pontos de protesto; quatro deles com interdições. Um dos trechos mais afetados foi o km 67 da BR-116, na Região Metropolitana de Curitiba. Outro ponto complicado foi em Paranaguá, no km 6 da BR-277.

De acordo com a PRF, os trabalhadores cumprem a determinação judicial de que as rodovias não devem ser completamente bloqueadas. Em caso de bloqueio total a multa é de R$ 100 mil por hora. Apenas na BR-166 em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba, a pista foi completamente bloqueada pelos manifestantes e liberada após notificação de um oficial de justiça.


Os motoristas também foram proibidos de invadir praças de pedágio com multa de R$ 20 mil por hora.

Justiça determina multa de R$ 100 mil caso caminhoneiros bloqueiem rodovias
Reajuste
A última alta diária do produto ocorreu na sexta-feira (18), quando a Petrobras aumentou o preço em 0,80% e da gasolina em 1,34%.

Por meio de nota, a Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado do Paraná (Fetranspar) afirmou que o movimento não tem uma liderança, apoiou os atos contra a alta nos combustíveis e pediu “cautela” aos trabalhadores. “A entidade frisa que é a favor de reivindicações que realmente tragam a possibilidade de negociações entre governo e entidades de classe, não admitindo, em hipótese alguma, badernas e fechamento de estradas”, afirma.

Por Jordana Martinez e Folhapress - Via Portal o Vale

Postar um comentário

0 Comentários