Últimas Notícias

Meio Ambiente de Roncador realiza reunião com empresários para tratar sobre descarte de resíduos contaminantes


    Nesta terça-feira 20 de fevereiro, o Departamento de Meio Ambiente de Roncador, realizou uma importante reunião na Sala de Reunião do Departamento, na sede da prefeitura municipal, onde marcaram presença representantes do Conselho Municipal de Meio Ambiente e proprietários de lava-car, oficinas mecânicas, postos de combustíveis, funilarias e similares.

        Na oportunidade foram tratados assuntos referentes ao Plano de Gerenciamento para o descarte de tais resíduos contaminantes, para que seja de maneira correta, onde possa haver uma parceria entre os empresários e o poder público.

        Os resíduos em questão são óleo queimado, filtros, latas de tintas, estopas provenientes de lavagens, papelão, embalagens contaminadas  entre outros.

        Das deliberações na reunião obteve-se:

1)  Os óleos queimados são destinados adequadamente pelos empresários, os quais vendem esse resíduo;

2)  As embalagens de óleo,  em parceria com o departamento, os empresários, Associação ASLOREVER (Pneus), terão um destino num ponto de entrega voluntária P.E.V para recolhimento de empresa especializada na gestão e tratamento de tais resíduos - sem nenhum custo para o empresário;


  3) Os resíduos contaminados - lodos, embalagem de tinta, estopas contaminadas serão recolhidos por empresa especializada em destinação final e ou logística reversa  -  e esses terão um custo de descarte.

Os empresários dos devidos seguimentos que não participaram da reunião devem procurar o departamento para regularizar sua situação ambiental.

Segundo informações do departamento de Meio Ambiente de Roncador, atualmente esses resíduos são de responsabilidade do comerciante, e vão para a caçamba do município sem nenhum critério.

Os participantes da reunião terão prioridade na emissão da certidão ambiental  e estarão de acordo com as políticas públicas de gerenciamento de resíduos.

Obs.

As empresas que não se regularizarem junto ao departamento de Meio Ambiente, ficarão impossibilitadas de obter seus respectivos alvarás de funcionamento.


Postar um comentário

0 Comentários