Últimas Notícias

GERENCIAMENTO DA ATIVIDADE LEITEIRA EM IRETAMA

 

A importância de um bom gerenciamento está relacionada com tomadas de decisões assertivas, planejamentos sólidos, metas atingidas e bons resultados financeiros. Sendo assim, o IDR-Paraná-Instituto de desenvolvimento rural do Paraná- Iapar/Emater, vem trabalhando com seus produtores assistidos de bovinocultura de leite do município de Iretama a gestão financeira das propriedades.

Gerenciar é uma das funções administrativas mais importantes dentro de uma propriedade, assim é possível controlar e gerenciar os custos, com a visão de aperfeiçoar a administração das atividades e desenvolver a capacidade de aumentar a lucratividade da atividade leiteira. Para isso, é necessário que o produtor de leite perceba o benefício de se ter o controle do quanto gastou, das receitas, do que tem em estoque e o que consumiu, para que este comportamento se torne uma rotina. Pois, existem muitos produtores que não possuem o hábito de anotar e controlar o que produziu e gastou na atividade leiteira. Este é um caminho sem volta! Cada vez mais, será necessário que o produtor tenha o controle financeiro de sua propriedade, ou que alguém o faça para ele.

É compreensível que o produtor não esteja preparado para calcular os custos de produção da atividade leiteira, devido à série de obstáculos que enfrenta em relação à gestão financeira. Pois, as dificuldades são inúmeras, surgindo desde a coleta dos dados, a separação dos custos, administração de recursos, compreensão e interpretação dos resultados obtidos e podendo serem causadas, inclusive, pela inexperiência no assunto.

O IDR-Parana, disponibiliza a ferramenta digital chamada SIGEAP (Sistema de gerenciamento e administração de projetos agropecuários) que visa foi desenvolvido com o intuito de facilitar e automatizar uma metodologia de planejamento. Esta metodologia vem sendo implementada através da assistência técnica e extensão rural com enfoque na gestão da propriedade, cujo foco principal se concentra no planejamento da propriedade, visando à melhoria do sistema produtivo e seu desempenho técnico, econômico.

A esposa do produtor, Sra. Luciana, falou: “Começamos a fazer esse trabalho, e agora nós estamos vendo para onde está indo nosso dinheiro, todos os meses o Jorge vem pega todos os dados e depois nos mostra todos os detalhes, e graças a orientação técnica do IDR-Parana, estamos melhorando nossa renda e sabendo aonde é melhor investir e onde reduzir custos”.

Segundo o responsável local do IDR-Paraná Jorge André: “ Estamos na propriedade a quase três anos, e ele já sabem os resultados de se fazer um bom gerenciamento financeiro, Dona Luciana é muito caprichosa na coletas de todas as informações e até me cobra para saber o mais rápido possível dos resultados, eles sabem que estão indo bem mesmo nesse período de insumos altos e  preço do leite baixo, mostra que uma propriedade com assistência técnica e com produtores abertos a novas tecnologias, eles podem superar as dificuldades e melhorar de vida”.

 

Fonte - Unidade de extensão rural- Instituto de desenvolvimento rural do Paraná- Iapar/Emater.

 







Postar um comentário

0 Comentários