Últimas Notícias

De Roncador para o Brasil - Jovem talento se destaca, tênis é seu esporte!

 

Jovem talento se destaca no tênis nacional
Simplesmente (LÉO/Januário)

Leonardo Machado Januário nasceu em Roncador, sua família por parte de mãe reside toda no município, mas só conheceu o tênis poucos meses após a sua mudança para Umuarama (cidade essa da família paterna), quando estava com 5 anos e acompanhava seu Pai que jogava junto de alguns amigos numa academia local chamada FIT tênis.

Em um desses encontros da turma resolveram com o Professor Junior, mais conhecido como Véio, juntar uma turminha de crianças para iniciar com as raquetes e de lá pra cá são 9 anos dedicados ao tênis. Ainda em Umuarama treinou durante o ano de 2013 na Academia AGT-Tênis.

                                                Léo aos 6 anos de idade                                                        

 Com o ex-técnico do Guga Larri Passos 2014-2018

Um ano e meio após iniciar no tênis, que naquele momento ainda era só recreação, durante viagem de férias a Santa Catarina participou de uma semana de treinos na Academia Larri Passos Tennis Pro, mundialmente conhecida por ter sido local de treinamento de Gustavo Kuerten o Guga.

A partir daí o amor tomou conta, voltou de viagem e só dizia “quero treinar no Larri”, assim foi durante um longo mês de insistentes pedidos, então seus Pais que já tinham vontade de morar em Brusque-SC, juntaram tudo e em fevereiro de 2014 a mudança de vida para o mundo do tênis começou.

Durante 2 anos ele treinava 3 vezes por semana se deslocando de Brusque a Camboriú onde fica localizada a Academia Larri Passos.

Em 2016 fez uma temporada de treinamentos em Brusque com o Técnico Boca no Clube Guarani durante aproximadamente 8 meses, onde passou a treinar 4 vezes por semana.

Porém a saudade falou mais alto e ele retornou a cansativa rotina de viagens 4 vezes por semana, se deslocando 120km por dia para treinar, e assim foram-se mais 2 anos. Durante todo esse período de 2014 a 2018 Léo competiu a nível estadual sempre estando entre os 8 melhores do estado.

No início do ano de 2019, agora com 12 anos e persistente em querer jogar e competir cada vez mais, junto da família decidiram por novos ares e a Academia ADK Tênis que fica em Itajaí no Clube Itamirim passou a ser sua nova casa. Vale destacar, que a ADK TENNIS é um centro de treinamento e aperfeiçoamento de atletas de alto rendimento no Brasil.

Os treinamentos passaram a ser diários, das 14 às 18h com viagens para competições cada vez mais longas (Salvador, São Paulo, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Uberlândia, Caxias do Sul, Rio de Janeiro, dentre outras) e campeonatos cada vez mais duros.



Contudo, foi um ano recheado de aprendizagem e crescimento, tendo sua 1ª convocação para Copa das Federações onde só os 4 melhores de cada estado em sua categoria são convocados para representar seu Estado competindo contra os outros 25 estados e o DF.

Também foi em 2019 que passou a pontuar no ranking brasileiro, obtendo como principal conquista o título de Campeão Brasileiro de Clubes nas Duplas, categoria 14 anos, onde veio a terminar o ano como 41º do Brasil.

As expectativas para o ano de 2020 eram muitas, porém a pandemia trouxe mais dificuldades o que só o fortaleceu, e com poucos campeonatos, mas como muita dedicação, trabalho duro e foco finalizou o ano como 1º do Ranking Catarinense e 24º do Ranking Brasileiro na categoria 14 anos.

Então, como mudar para evoluir faz parte da vida, hoje ele e sua família residem em Itajaí, morando a uma quadra do clube onde treina, tendo em vista que 2021 vem com carga maior, com treinamentos todos os dias em período integral todas as segundas, quartas e sextas com treinos das 8 às 12hr e das 14h às 17h, e as terças e quintas o período é somente a tarde das 14 às 17h.

Quem está lendo pode pensar, nossa e o estudo fica como? Léo nunca ficou para recuperação sempre estudou em colégio particular (onde sabemos que o estudo é mais puxado média 70 em SC), e mesmo com viagens a apostila de estudo é sua companheira e é nos hotéis entre um jogo e outro que coloca tudo em dia, até porque segundo a mãe ele sempre ouve “Primeiro o estudo, tem que estar com boas notas para poder fazer o tênis”.

Este ano ele inicia o ensino médio e vai estudar a distância a escola será entre as folgas de terça e quinta e os finais de semana.

2021 começou para ele com 4 etapas do Campeonato Sul Brasileiro, que foram realizadas nas cidades de Criciúma-SC e São Leopoldo-RS, e segundo ele:

“Foram um total de 20 dias fora de casa, acabo de retornar e tenho uma semana para ajustar pontos importante em meu jogo e dia 16 de fevereiro embarco para Porto Alegre para mais uma competição”.

Léo atualmente com 14 anos, está disputando seu primeiro ano na categoria 16 anos, diz que para ele:

“Esse é o ano que subo de categoria e é sempre um pouquinho mais difícil competir, mas estou muito satisfeito com meu rendimento nessas 4 primeiras etapas onde conquistei 2 títulos de vice campeão de duplas e cheguei a 2 semifinais e 4 quartas de finais totalizando os jogos de simples e duplas. O tênis é um esporte difícil porque perdeu está fora, não é por grupo mesmo perdendo ainda tem chances de se classificar, também não existe disputa de 3º e 4º lugar, só campeão e vice, então estar em semifinais de campeonatos grandes como este que se tem 42 ou mais inscritos e você ficar entre os 4 melhores já é um grande resultado.”

A rotina é cansativa, e para isso ele tem todo um suporte com nutricionista e psicóloga, mas “Januário” como é conhecido no meio do tênis já que os jogadores são chamados pelo sobrenome diz que:

“A raquete se tornou parte de mim, não me vejo fazendo outra coisa, o objetivo é o profissional, sei que a jornada é longa, mas tenho ela muito clara em minha cabeça, sou privilegiado pois apesar da pouca idade faço todos os dias o que me traz prazer, alguns dias são mais difíceis que outros, principalmente quando perco um jogo, mas a derrota faz parte do aprendizado e da motivação”, destaca Léo confiante no futuro. 

                     

Léo apresenta sua vasta galeria de premiações apesar de sua pouca idade.

     

Obs. Léo é neto de Juarez Nunes e de Dulce Nobre 








Postar um comentário

1 Comentários