Últimas Notícias

EM COLETIVA DE IMPRENSA PC DO RIO GRANDE DO SUL DETALHA SEQUESTRO DE TAMIRES

 


Em Coletiva de Imprensa realizada na manhã desta quinta-feira, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, a Polícia Civil confirmou a participação de uma mulher, um vigilante e um taxista no sequestro de Tamires Gemelli da Silva, que foi libertada ontem após a polícia estourar o cativeiro, na cidade de Cantagalo. Além disso, uma nova pessoa presa deve ser apresentada hoje pela polícia.

De acordo com a chefe de policia do Rio Grande do Sul, Nadine Anflor, nos cinco dias de sequestro foram realizados três contatos com a família da Tamires. Ela confirmou a informação de que pediram R$ 2 milhões para o resgate, mas, disse que o dinheiro não foi entregue e que nenhum pagamento foi feito. Ainda, uma prova de vida foi pedida aos bandidos durante esses contatos.

Ela informou ainda, que com o contato realizado as polícias puderam trabalhar nas investigações e chegaram a conclusão de que Tamires foi levada de Erechim até Itá. Depois, seguiu para Chapecó e por fim foi trazida para Cantagalo, onde ficou em cativeiro. Todo esse percurso e transporte da vítima foi realizado pelo taxista.

Segundo ainda as informações repassadas hoje, a mulher presa receberia em torno de R$ 5 mil para cuidar do cativeiro. A polícia disse ainda que Tamires foi encontrada em boas condições, saudável e não sofreu nenhum tipo de violência física.

Não há indicativo de que o sequestro tenha um viés político, no entanto, não é descartado e as investigações devem seguir.

Uma nova coletiva deverá ser realizada amanhã para apresentar todos os detalhes das investigações.

Fonte: e103.fm






Postar um comentário

0 Comentários