Últimas Notícias

500 vagas estão abertas na Unitá e na Copacol


Enquanto o cenário econômico nacional enfrenta grandes desafios, o Oeste do Paraná alicerçado pelo agronegócio permanece em um caminho que serve como exemplo, oferecendo renda e gerando o desenvolvimento regional.

Na Unitá, em Ubiratã, são mais de 4,3 mil colaboradores contratados. Neste momento estão abertas mais de 300 vagas – a maioria para auxiliar de produção.

São 350 mil aves abatidas por dia - a meta é chegar a 380 mil. A contratação é imediata. “O campo demonstra sua força mais uma vez dando sustentação para a economia estadual e nacional. Mesmo com as dificuldades enfrentadas pelo momento em que passamos no mundo, geramos oportunidades e estamos com centenas de vagas abertas e espera de candidatos”, diz o diretor-presidente da Cooperativa, Valter Pitol.

Com sete anos em funcionamento, a Unidade Industrial da Unitá é mantida em uma parceria entre Copacol e Coagru – por meio de seus respectivos cooperados, ambas produzem o frango no campo, para a Unitá, onde ano passado foram abatidas mais de 75 milhões de cabeças de aves, totalizando em 180 mil toneladas de carne de frango.

A força do meio rural tem mantido a movimentação financeira em setores importantes, como o comércio, construção civil e serviços em nossa região. Em Cafelândia, a Copacol conta com 10 mil colaboradores e está com outras 200 vagas abertas em setores operacionais, administrativos, técnicos e de gestão.

Orientações aos candidatos

Para facilitar o processo durante a pandemia, o recrutamento é feito pelo WhatsApp. O candidato pode enviar uma mensagem para os telefones (45) 99915-3269, (45) 99963-6842 e 99918-9916.

Aqueles que já passou pela empresa, mas saiu por qualquer outro motivo também poderá tentar uma nova oportunidade, enviando mensagens para um telefone exclusivo de atendimento que é o (45) 99998-0295. É preciso enviar o nome completo, cidade de origem e número do CPF.

Os colaboradores contam com benefícios, como prêmio produção quando não há faltas sem justificativas, restaurante industrial, vale-alimentação e PLR (Participação nos Lucros e Resultados).

“Desde o ano passado trabalhávamos com a ampliação de uma rampa de produção que agora está sendo completada. É um momento desafiador, que precisamos continuar com a produção. Os candidatos podem entrar em contato por WhatsApp que iniciaremos o atendimento. O processo é feito desta maneira para garantir e preservar a saúde de todos”, explica Júlio Cézar de Melo, supervisor de Gestão de Pessoas.
 

Fonte - Jornal Integração/Portal O Vale 














Postar um comentário

0 Comentários