Últimas Notícias

DESTINO - Gata é encontrada após desaparecer por 20 anos e passa seus últimos dias ao lado da tutora

 Maria Mariana | Redação ANDA


Foto: RSPCA - Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals

Na Inglaterra uma gata chamada Phoebe foi encontrada após vinte anos do seu desaparecimento. Phoebe, tinha sido vista pela última vez em 2001, aos dois anos de idade. Porém, ela foi encontrada em Bridgemere, uma vila inglesa, no dia 5 de março deste ano. A gata foi levada à associação RSPCA, que promove o bem-estar de animais.

A identificação de Phoebe foi possível através de um microchip que tinha sido injetado nela quando ainda era um filhote. Christine Ball, 59, disse à BBC News UK, que ficou em choque ao receber um telefonema do veterinário dizendo que a sua gata tinha sido encontrada após tantos anos. Afinal, na época em que Phoebe sumiu, ela colocou cartazes e procurou por ela incansavelmente em todos os lugares e não houve nenhum sinal de que a gatinha poderia retornar.

No entanto, ao reencontrar sua gata, Christine ficou sabendo que o estado de saúde dela não estava nada bem. Quando foi resgatada, Phoebe estava molhada e com muito frio, mais tarde o veterinário identificou um tumor no cérebro dela e percebeu que a melhor decisão para evitar o sofrimento, seria sacrificá-la.

Christine disse que apesar de tudo, ficou feliz em rever Phoebe e poder passar esse momento ao seu lado. Ela afirma que rever sua gata trouxe um encerramento para ela. Phoebe passou seus dois últimos dias de vida sendo enchida de amor e carinho até o seu momento final.

Ball, em seu depoimento à BBC News, disse que o veterinário informou que Phoebe provavelmente foi cuidada por alguém durante esses vinte anos e expressou sua gratidão ao responsável. Christine, termina dizendo que gostaria muito de poder conhecer pessoalmente o cuidador de Phoebe, para saber  o que aconteceu na vida da gata nos últimos vinte anos.

Fonte: Anda - www.anda.jor.br

ANDA - Agência de Notícias dos Direitos dos Animais

Matéria postada pelo jornalista Claudinei Prado - MTPS 23.455/SP e IFJ 674 BR

Postar um comentário

0 Comentários