Últimas Notícias

A Apicultura como Proposta de e Inclusão Social no município de Goioerê

 

            O Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná, IDR-Paraná de Goioerê, representado pelo extensionista Salvador Sarto e a Secretaria municipal da Agricultura, através do Secretário Gilberto Matsushita, vem incentivando a produção de mel como alternativa de renda nas propriedades rurais. A Secretaria e os produtores estão construindo colmeias padronizadas para facilitar o manejo durante o processo produtivo e produzir mel de qualidade. Atualmente o município de Goioerê possui 18 apicultores, todos empenhados em adotar boas práticas na colheita e beneficiamento do mel, o que é determinante para comercialização de um produto de qualidade.


            Cresce cada vez mais a preocupação das pessoas com a qualidade dos alimentos que consomem, sejam de origem animal ou vegetal. Nesse contexto, o mel também deve satisfazer às exigências do consumidor quanto à qualidade, possuindo adequado valor nutricional, sabor e aparência característicos, além da garantia da aplicação das boas condições de higiene e sanidade na colheita, extração e beneficiamento.


É importante ressaltar que a colheita é a primeira fase crítica para a obtenção da qualidade total, sendo o início de um longo processo de susceptibilidade do mel em relação às condições ambientais, de manipulação, equipamentos e instalações, até que o produto chegue ao consumidor final.


Visando atender as boas práticas na colheita e beneficiamento do mel, o IDR-Paraná e a Secretaria municipal de Agricultura realizaram um curso básico de apicultura com apoio do Sindicato Rural e Senar-Pr, abordando as boas práticas na colheita e beneficiamento do mel, visando manter suas qualidades originais bem como evitar contaminações, assim produzindo um produto de qualidade e que venha atender as exigências do consumidor.


Os produtores Jaime Francisco da Costa e Adinaldo de Oliveira Rodrigues, que fazem parte da associação, relataram a importância deste apoio, pois não seria possível produzir mel com essa qualidade se não tivesse esse a padronização das colmeias e a construção da casa do mel. O local tem todos os equipamentos necessários para manipulação do produto com higiene e permitindo manter a qualidade original. Destacaram ainda o apoio que têm recebido dos profissionais da Secretaria municipal da Agricultura e do IDR-Paraná, aos apicultores na produção de mel com qualidade exigida pelos consumidores.


           Os produtores lembraram ainda a importância na viabilização de duas variedades de eucaliptos, a variedade Eufrates, que flora no início da primavera e permite que as colmeias possam se fortalecer logo após o inverno, e a variedade Arco-íris que tem capacidade de florar quatro vezes durante o ano, permitindo aumentar a produtividade de mel por colmeia.


As fotos anexas ilustram o processo de desoperculação dos quadros e centrifugação do produto, ou seja, a retirada da camada de cera dos alvéolos, a coleta e a filtragem do mel.

 

Fonte: Unidade de extensão rural do Instituto de desenvolvimento rural do Paraná, Iapar/Emater de Goioerê

 













Postar um comentário

0 Comentários