Últimas Notícias

IRETAMA- MICROBACIA DO PINHALZINHO RECEBE RECURSOS



O Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias, coordenado pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), tem como objetivo recuperar e manter a capacidade produtiva dos recursos naturais, com base na gestão de microbacias hidrográficas.

O programa tem uma estrutura multiorganizacional, cabendo ao Instituto Emater as funções de liderança na organização dos comitês gestores regionais e locais, na seleção das microbacias a serem trabalhadas, na organização das consultas públicas, encaminhamento das demandas e orientação técnica aos agricultores.

Os objetivos são: Melhorar a qualidade de vida das populações rural e urbana dos municípios do Paraná através da promoção de uma agricultura sustentável (ambiental, social, econômica), por meio da gestão integrada dos recursos naturais solo, água e biodiversidade, em microbacias; Reconhecer que o agricultor, ao cuidar das riquezas ambientais do meio rural, se transforma no guardião da qualidade de vida em suas comunidades.

O investimento do programa no projeto da microbacia Pinhalzinho será mais de R$ 200.000,00, que trará benefícios para mais de 40 agricultores da microbacia, com trabalhos já em andamento. Em contrapartida a Prefeitura Municipal de Iretama, assumiu o compromisso de readequar as estradas municipais, interligando o sistema de conservação de solo e água das estradas ao das propriedades rurais, e com isso fica garantido o escoamento das safras e trânsito  de estudantes, doentes e moradores em todas as vias de acesso e internas da microbacia.

O prefeito Wilson, falou : “ É com muito esforço, parceria com o governo do estado, Seab/Emater, que estamos conseguindo executar esse projeto na microbacia do pinhalzinho, com isso, estamos contribuindo para a  agropecuária do nosso município, melhorando a qualidade de vida no meio rural, sendo que no máximo até o final de outubro, teremos terminados os serviços”.

Fonte - Unidade local Emater de Iretama.






Postar um comentário

0 Comentários