Últimas Notícias

Emater instala coletores de esporos para manejo da ferrugem asiática na Soja.



Na região de Campo Mourão um grupo de 16 extensionistas do Instituto Emater tem como trabalho prioritário o projeto grãos, assistindo mais de 800 produtores com com área superior a  12.000 há. O mip- manejo integrado de pragas estão entre as principais ações programadas.

Dentre as doenças, a ferrugem asiática é a principal, a doença é causada por um fungo, que é facilmente disseminado pelo vento e por isso requer muita atenção dos agricultores e técnicos para o seu monitoramento e controle.

 Com o objetivo de identificar a presença de esporos da ferrugem no campo antes mesmo dos sintomas nas folhas, a EMATER terá instalado 21 coletores de esporos na região, que são equipamentos simples, porém de grande eficiência, ele é feito com ferro e plástico, e o seu interior possui uma lâmina de microscopia, as correntes de vento espalham os esporos do fungo, que ao passarem pelo coletor, ficam aderidos na lâmina, que são encaminhadas para leitura em microscópio, quando se busca a presença dos esporos da ferrugem, a identificação dos esporos associada às condições climáticas indica o momento de realizar a primeira aplicação de fungicida para combater a doença.

O monitoramento da ferrugem com o uso dos coletores faz parte do Programa de Manejo Integrado de Doenças (MID) que vem sendo executado pela EMATER em vários municípios do Paraná, em parceria com os agricultores e apoio de diversas instituições de ensino e pesquisa, a Embrapa acompanha o uso e os resultados do monitoramento pelos coletores e comprova sua eficiência. 

Os coletores de Goioerê estarão instalados nas comunidades Água Branca do Cascalho e Fonte Azul e serão monitorados pelo extensionista Everton C. R. Souza.


Fonte - Unidade local Emater de Goioerê.




Postar um comentário

0 Comentários