O Paraná é um Estado reconhecido internacionalmente como um grande produtor e exportador de alimentos. Esta posição se deve ao processo associativo dos agricultores, através de organizações, que propiciam o seu desenvolvimento, destacando-se as Cooperativas Agropecuárias, os Sindicatos Rurais e as Sociedades Rurais. O Instituto Emater  trabalha o processo de organização rural, buscando constituir uma rede de organizações capaz de gerar a inclusão econômica e social dos agricultores, orienta, capacita e assessora aspectos legais, filosóficos, éticos e operacionais sobre as diferentes formas de organização.

Assim com apoio de várias instituições parceiras sendo: o Codecam através da sua câmara temática de agronegócio, a Unespar, Unicampo, Centro Integrado de Educação, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Campo Mourão, Sindicato Rural de Campo Mourão, Senar, Acicam e Prefeitura do Município de Campo Mourão, foi realizado no dia 22/08 a assembleia de Constituição da Cooperativa de Agricultores Familiares de Campo Mourão – COAFCAM. Esta cooperativa era um desejo antigo os produtores e das instituiçoes que trabalham com estes produtores, em especial o Instituto EMATER.

Conforme relatou Rinaldo Clementin, responsável Local pela Emater de Campo Mourão, este trabalho de organização dos produtores, bem como a regularização de todos os documentos necessários para a formação da nova cooperativa, já durava mais de 02 anos. Durante este período, foram muitos os desafios, mas todos vencidos com a ajuda de todos os parceiros e agricultores, agora cooperados. Ainda segundo Clementin, agora a cooperativa, poderá se inscrever em programas de governo (Políticas Públicas) para a capacitação dos sócios, organização da cooperativa, aparelhamento com equipamentos e máquinas necessárias nas suas atividades.

A cooperativa foi criada com 29 sócios fundadores, de Campo Mourão e Araruna, todos presentes na Assembleia de Constituição, como ela terá abrangência regional, espera-se que o número de sócios aumente nos próximos anos.

No discurso de posse do presidente eleito, o cooperado Claudinei Nunes Fernandes, agora é que vai começar o verdadeiro trabalho da cooperativa, pois se precisa organizar toda a estrutura de funcionamento da cooperativa, bem como realizar junto aos seus sócios um levantamento do que todos produzem e podem vir a produzir para daí ir em busca de mercados, de uma forma mais organizado e em volume, o que facilita a logística aos produtores e pode agregar melhores preços nos produtos comercializados. Claudinei disse ainda que, embora não possa ser seu principal cliente, o fornecimento para a merenda escolar é o principal objetivo inicial para a cooperativa, mas que depois o objetivo é diversificar a atuação da entidade.

Fonte: Rinaldo Antonio Clementin
            Unidade Municipal de Campo Mourão
            Instituto Emater