Últimas Notícias

Governadora decreta luto de três dias pela morte de Cezar Silvestri


A governadora Cida Borghetti decretou neste domingo (21) luto oficial de três dias pela morte do ex-deputado Cezar Silvestri. O ex-deputado foi encontrado morto na manhã deste domingo.

“O Paraná perdeu hoje um homem público que deu grandes contribuições ao Estado. Cézar Silvestri construiu uma bonita história de trabalho como deputado estadual e federal e como secretário. Que Deus conceda serenidade e conforte os corações da querida Cristina, dos filhos, familiares e amigos. Meus sentimentos. O Estado do Paraná está de luto oficial por três dias”, disse Cida, em nota oficial.

O Falecimento

O ex-deputado federal Cezar Silvestri faleceu na madrugada deste domingo (21/10). Ele tinha 64 anos e era pai de Cezar Silvestri Filho, atual prefeito de Guarapuava. Sua mulher, Cristina Silvestri, é deputada estadual eleita pelo Paraná.

O corpo de Silvestri foi encontrado na Rua Martin Afonso, perto do prédio em que ele morava. Segundo informações preliminares, a causa da morte teria sido uma queda. O corpo será levado para Guarapuava, cidade-natal do ex-deputado, para velório e sepultamento. O velório está marcado para começar às 18h30, no paço municipal da cidade.

Nascido em Guarapuava, Cezar Augusto Carollo Silvestri é formado em engenharia civil. Começou na vida pública em 1988, quando foi eleito vice-prefeito de Guarapuava. Em sua carreira política, exerceu três mandatos como deputado estadual (de 1991 a 2002) e três como deputado federal (2003-2014).

Na Assembleia Legislativa do Paraná, chegou a ser foi presidente das comissões de Orçamento, Obras Públicas, Transporte e Comunicações.

Na Câmara, presidiu a comissão de Defesa do Consumidor e foi membro titular das comissões de Agricultura e Pecuária; Meio Ambiente e da Comissão Mista de Orçamento. Ao mesmo tempo, chegou a deixar o mandato para assumir, no Paraná, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano entre 2011 e 2013.

Em 2014, assumiu o comando da Agência Reguladora de Serviços Delegados do Paraná (Agepar).

Fonte: Bem Paraná - Via CRN1


Postar um comentário

0 Comentários