Últimas Notícias

Ubiratã-Parceria trata Dia da Árvore e proteção da água.



No dia 26 de setembro de 2018 a Prefeitura, Colégio Carlos Gomes, Sanepar e Emater promoveram palestra e visita para 26 alunos, O responsável local Hemerson Bento Alves falou das árvores, suas funções como preservar o solo e filtrar a água que chega das lavouras, estradas, retendo as partículas do solo que foram arrastadas pela água da chuva que escorreu, fixação do gás carbônico da atmosfera, despoluição do ar e utilização da madeira como matéria-prima.

A Engenheira Agrônoma Leila falou aos alunos a relação entre as árvores e a água, mais propriamente sobre a reciclagem de produtos derivados da celulose, como papel e papelão, enfatizando a redução do gasto de água e energia para se produzir uma tonelada desses materiais reciclados versus novos. Para se reciclar uma tonelada de papelão, por exemplo, gasta-se 2 mil litros de água e para produzir a mesma quantidade de papelão novo, gastam-se 100 mil litros desse recurso natural em média. Sem contar que a produção de uma tonelada de papel reciclado evita o corte de 20 a 30 árvores adultas.

Logo após o grupo de alunos do 9o ano do Ensino Fundamental visitou à Estação de Tratamento de Água da Sanepar (Unidade Municipal de Ubiratã), onde foram recebidos pelo Técnico Químico Marcelo Cruz e o Chefe Regional da Divisão de Meio Ambiente da Sanepar Donizete Aparecido da Silva, ambos colaboradores dessa instituição que atendem não só a unidade local, mas também outras da região. O Donizete, falou com os alunos sobre o processo de captação da água e o caminho que ela percorre até chegar à Estação de Tratamento, disse também sobre o trabalho feito com a microbacia do Rio Água Grande, como preservação da mata ciliar, construção e manutenção dos terraços e estradas rurais que é feito com 57 produtores rurais desta microbacia.

O Técnico Marcelo Cruz, responsável pelo tratamento da água levou os alunos e professora para conhecer o laboratório de análises da água, onde são feitas análise microbiológica e adição de químicos para facilitar sua limpeza, o profissional mostrou o processo nos tanques, explanando aos presentes a função de cada um deles.

 Os alunos puderam observar as fases do tratamento como recebimento da água, adição dos produtos químicos, a coagulação das impurezas, floculação, decantação, filtração e aplicação de cloro e flúor, os alunos tiveram outra visão sobre a água, que o simples ato de abrir a torneira e ter água para beber não é tão simples assim. Existe todo um grande trabalho da Sanepar nos bastidores envolvendo captação, transporte da água até os reservatórios, tratamento e distribuição à população, para que tenhamos água limpa e de qualidade para consumirmos.

Fonte: Unidade local Emater de Ubiratã.






Postar um comentário

0 Comentários