Últimas Notícias

Quatro municípios da região recebem veículos em apoio à agricultura familiar

Entrega foi feita pela governadora Cida Borghetti e pelo ministro Alberto Beltrame

Os municípios de Altamira do Paraná, Boa Ventura de São Roque, Laranjal e Mato Rico estão entre os contemplados com a entrega de veículos feita pela governadora Cida Borghetti e pelo ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, nesta segunda feira (18), no Palácio Iguaçu. Ao todo, 25 veículos foram entregues às Centrais Públicas de Recebimento e Distribuição da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento. Os carros servirão de apoio à logística e à comercialização de alimentos adquiridos pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que atende os agricultores familiares.
O investimento de R$ 1,1 milhão faz parte do contrato de repasse assinado em 2014 entre o Estado e o Ministério do Desenvolvimento Social e que prevê ainda R$ 8,3 milhões para compra de kits de modernização das centrais de 105 municípios paranaenses. Além dos carros, está prevista a entrega de caminhões, lavadoras de alta pressão, pallets e monoblocos.
Para a governadora, os investimentos em logística representam mais oportunidades aos produtores rurais e fomentam as práticas de agricultura familiar no Estado. “Os veículos vão facilitar a logística dos produtos cultivados pelos pequenos produtores para que cheguem às mesas com a qualidade assegurada para o consumo. Com isso, os agricultores terão mais oportunidades de plantio”.
Cida ressaltou ainda que os investimentos para a modernização da agricultura familiar geram emprego e renda no campo. “É muito importante que a área tenha investimento constante para que as pessoas se fixem no campo e desenvolvam a cultura local, gerando emprego e renda para a comunidade”, afirmou.
O ministro do Desenvolvimento Social afirmou que apoiar a agricultura familiar significa ajudar na manutenção de um dos elos importantes do Brasil. “Hoje, 80% dos alimentos consumidos no país são provenientes da agricultura familiar. Entregar equipamentos para facilitar o escoamento da produção é estratégico para o Governo, para economia e para o desenvolvimento sustentável da região”, afirmou Beltrame.
CENTRAIS 
 As Centrais de Recebimento e Distribuição nos municípios são fundamentais na estruturação da política de Segurança Alimentar. Elas têm os objetivos de resgatar a produção dos alimentos regionais, impulsionar programas de compras institucionais, promover uma melhor distribuição de renda dos agricultores e fortalecer a economia local, entre outros.
As aquisições previstas no Plano de Trabalho elaborado pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento/Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (Seab/Desan) vão contribuir para a melhoria dos serviços prestados, aprimoramento da logística de recepção, conferência e distribuição dos produtos e aperfeiçoamento da articulação regional e local.
A intenção é fortalecer a articulação municipal e regional para o acesso às políticas públicas intersetoriais de segurança alimentar e nutricional; estimular a implantação e o fortalecimento das organizações de agricultores familiares nos municípios a partir do acesso aos mercados institucionais, com crescimento profissional e de geração de renda.
Outras metas são assegurar que os alimentos estejam de acordo com os padrões estabelecidos pelos órgãos de saúde locais, garantindo ao consumidor final uma padronização na qualidade dos produtos e a redução de perdas nas entidades beneficiárias; contribuir com a ampliação de renda para os agricultores familiares pelo aumento da produção e diversificação de produtos alimentares, além do acesso a políticas públicas que beneficiem os circuitos curtos de comercialização.

Fonte: Rede Sul de Notícias

Postar um comentário

0 Comentários