Últimas Notícias

Apoio às atividades turísticas é o objetivo de grupo em Campo Mourão


Um grupo, denominado “Célula de Apoio ao Turismo”, está sendo criado com o objetivo de ajudar a fortalecer e promover as atividades turísticas em Campo Mourão. A primeira reunião foi nesta quarta-feira, na Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Município, com a presença do idealizador da ideia, Diego Reis Pereira; e de Luciane Luz (representando a Fundação de Esportes de Campo Mourão) e Antonio Carlos Vitti e Wellington Zachytko Vitti, representantes do segmento da área de lazer rural. Ambos foram recebidos pelo secretário do Desenvolvimento Econômico, Carlos Alberto Facco; e pelo diretor da pasta, Eduardo Akira Azuma.

De acordo com Diego, a ideia é envolver um significativo número de pessoas, em todas as áreas de atração turística, como o cicloturismo, o turismo de aventura (caminhadas e trilhas na natureza), as cavalgadas, o lazer rural e o turismo religioso, entre vários outros segmentos deste contexto, com o objetivo de estar junto da administração municipal, e também com outras entidades, conselhos e associações relacionadas ao turismo; prestando apoio, servindo como elo entre os ofertadores de atividades de cunho turístico e também trabalhando com a divulgação de áreas de potencial em turismo.

“Creio ser de fundamental importância explorarmos, de forma positiva, todos os nossos potenciais turísticos, levando ao conhecimento do nosso público, de uma forma cada vez mais constante e intensa, a realização dos vários eventos que acontecem em nossa cidade, promovido por associações, entidades, comunidades, igrejas e enfim, toda a comunidade. No que diz respeito à área rural, a ideia é criarmos um levantamento de todas as propriedades, especificamente os pequenos e médios proprietários, no objetivo de detectarmos os potenciais turísticos, observando principalmente a gastronomia rural, a hospedagem e os possíveis pontos de apoio e recursos naturais existentes nestes locais”, destaca.

O “idealizador” destaca ainda que várias pessoas foram convidadas para esta primeira reunião, mas a conversa com as pessoas que já estiveram presentes, junto com os dirigentes da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, já trouxeram bastante ânimo para o início dos trabalhos. “Geralmente, num primeiro encontro, é desta forma mesmo, é algo novo, que ainda vislumbra ações a serem desenvolvidas, mas acredito que com o início de um trabalho e exposição de ideias, bem como ações, propriamente ditas, o número de pessoas que podem vir juntos deverá aumentar gradativamente, pois acredito que tornar nossa cidade mais atrativa para nós mesmos e para quem vem de fora é algo que todos querem, sobretudo pela própria atração de investimentos e a auto-estima das pessoas, adicionado à possibilidade de geração de renda”, conclui.

Os objetivos da célula:

- divulgar as potencialidades da área rural;
- incentivar os pequenos e médios proprietários rurais a investirem em suas propriedades visando a atração de público, por meio da gastronomia, do lazer, das acomodações e do turismo ecológico;
- promoção de atividades relacionadas ao ciclo-turismo e às caminhadas na natureza, entre outras ações a serem desenvolvidas;
- mapeamento das propriedades com potencial turístico e dos próprios pontos de atração turística, como forma de incentivar as pessoas a conhecerem estas regiões e desenvolverem as questões de proteção à natureza e conhecimento das áreas rurais, valorizando às pessoas e às atividades realizadas no campo;
- trabalhos junto às instituições de ensino e outras entidades, promovendo interação e desenvolvimento das atividades turísticas;
- promover parcerias que possam incentivar a agroindústria familiar, para que os moradores da área rural possam fabricar seus produtos, por meio dos recursos que possuem as suas propriedades, para aumentar a sua renda;
- ajudar a fomentar o turismo religioso e o turismo rural, cooperando na divulgação destes eventos;
- contribuir com o poder público no que diz respeito à realização dos seus eventos turísticos;
- promover publicações em redes sociais (Facebook, Instagram e correlatos), com fotos, relatos e conteúdo em texto com o objetivo de divulgar todas as potencialidades turísticas locais, em todos os sentidos.
- várias outras ações a serem discutidas e planejadas para serem colocadas em prática posteriormente;
- envolvimento cada vez maior de pessoas como forma de promover ações e diálogos sobre o assunto.

Postar um comentário

0 Comentários