Últimas Notícias

Monitoramento de doenças em soja


            O Instituto Emater está trabalhando junto as UPFs- unidades de produção familiar divulgando o ciclo completo da Ferrugem Asiática (Phakopsora pachyrhizi) desde a identificação dos sintomas a Campo através da infecção causada pelos uredósporos até a confirmação atravéz do uso de microscopia adaptada para esta finalidade.

 Para manejar corretamente esta doença infecciosa, muito agressiva quando as condições climáticas são favoráveis, estamos usando em Peabiru 02 coletores de esporos, tecnologia ''Siga'', que detecta a presença das estruturas conhecidos por uredósporos, que podem se transformar em doença nas plantas. O ''Siga'' foi criado em 1986 para identificar doenças nas lavouras de trigo. Após receber treinamento passamos a acompanhar 01 coletor que serviu de norte para aplicações de fungicidas na lavoura de Soja dentro do grupo de UPFs, agora nesta safra estamos com 02 coletores sendo que a área do 2º coletor ainda não foi feito nenhuma aplicação de fungicida até a data de hoje 29/01/2018.

O responsável pela avaliação das lâminas coletadas esta capacitando os produtores assistidos, que passaram a acompanhar a leitura das lâminas locais, eles fazem parte do grupo e são informados em tempo real dos resultados obtidos.          Com essa ferramenta a possibilidade de acerto no controle dessa doença se torna mais favorável ao Agricultor que a partir do momento da chegada dos esporos pode posicionar as aplicações de forma que quebre o ciclo da doença que está intimamente ligado às condições climáticas, sendo que nesta safra 2017/2018 na fase inicial quando foram capturados os primeiros esporos a condição climática era desfavorável ao desenvolvimento do fungo. Lembrando que o equipamento pode ser prejudicado pela Endemia do fungo proporcionado pela soja “tiguera” que perdura na cultura de milho safrinha, quando não bem dessecado ou mesmo por germinações posteriores, esse cuidado tem que ser redobrado nessas condições, porque teremos aparecimento de infecção antes do que seria normal, por fungos vindo de fora.

Fonte: Instituto Emater - Unidade Municipal de Peabiru. Fone: 44 35312077. E-mail: peabiru@emater.pr.gov.br


Apoio: Área de Comunicação Eventos e Marketing - Unidade Regional Emater de Campo Mourão. 

Postar um comentário

0 Comentários