Últimas Notícias

Roncador - Fruticultura garante renda adicional na agricultura familiar


O município esta localizado na região centro ocidental paranaense, e pertence a Comcam-Comunidade dos municípios da região de Campo Mourão, possui 12.000 habitantes e seu perfil econômico e baseado na agropecuária, sendo que a pecuária leiteira predomina na maioria das propriedades, exploradas principalmente pelo 387 agricultores familiares existentes, segundo dados do perfil da realidade municipal 2017.

Buscando diversificar atividades e rendas algumas famílias tem procurado alternativas adaptadas para a região, principalmente ao clima e solo local, assim foi com a família do senhor Mário Kovalek e dona Lourdes Maestra Kovalek que Iniciou na fruticultura no ano de 2.000, incentivado pelo projeto que estava sendo implantado em Iretama, Plantou 2.000 plantas, mas não obteve o sucesso esperado, pois as variedades não eram as indicadas para a região. A produção iniciou em 2003, mas além da baixa produtividade, inicialmente tiverem muitas dificuldades na comercialização, no ano de 2.006 reduziu seu pomar para apenas 300 pés, em função do mercado e preços recebidos pela produção (grandes mercados remuneram muito mal pelo produto).

Com  persistência e confiança em futuro promissor na atividade em 2.014, em conjunto com o filho, plantou mais 600 pés, que estão entrando em produção nesta safra, totalizando 900 plantas em 2,4 ha,  a produtividade média da propriedade a partir do quinto ano e 65 kg por planta, aproximadamente 40 toneladas por ha, com custo de produção em torno de R$2,00 o kilo que e comercializado a R$5,00.

As variedades plantadas são BRS fascínio e charme (de polpa branca), o período de produção vai de meados de outubro a final de dezembro (este ano atrasou em decorrência da estiagem ocorrida no período do inverno), 70% da Comercialização e realizada diretamente aos consumidores e na propriedade, o restante com pequenos mercados de Roncador e região.

Além do Senhor Mário e a esposa Lourdes, o filho Douglas que é engenheiro agrônomo atua na atividade, “Apesar da propriedade ter áreas destinadas a cultivos de grãos e produção leiteira a fruticultura tem se mostrada uma excelente alternativa de negócios com agregação de valor e renda, após a estabilização na produção e alcance de novos mercados novas opções estão sendo pensadas para investimentos futuros” informa Douglas.

O projeto econômico horticultura é prioritário e  abrange a fruticulturas, olericultura e produção de flores e palmáceas envolve 12 profissionais do Instituto Emater, no atendimento a 188 produtores com uma área de 171 há na região.


Fonte - Rinaldo Clementin - responsável pela área de fruticultura- unidade local de Araruna.


Apoio- Área de comunicação eventos e marketing- unidade regional Emater de Campo Mourão.


Postar um comentário

0 Comentários