Reunião com pesquisador da Embrapa movimenta produtores e técnicos.

No dia 14 de março de 2019 o pesquisador Raul Castro Carriello Rosa da Embrapa do Rio de Janeiro e o Engenheiro agrônomo Eduardo Augustinho Coordenador na área de Fruticultura da Emater estiveram em Corumbatai do Sul para uma reunião técnica com o tema Maracujá: avanços no sistema de produção para obtenção de alta produtividade.

Foi abordada a importância econômica da produção de maracujá em toneladas no Brasil sendo que em 2010 a produção do Sul foi de 2%, no ano de 2013 com o percentual de 4%, seguindo no ano de 2016 com 7%, sendo que teve um aumento de três em três anos.

Foram abordando as principais espécies como Passifora edulis sims (maracujá azedo ou amarelo), os principais produtores e algumas maneiras de plantio, aumentando o lucro na pequena propriedade.

Outros temas discutidos foram às classes do maracujá, algumas cultivares e como fazer a prevenção de doenças sendo uma delas o vírus do endurecimento dos frutos, dentre outros tipos de doença como Antracnose e Mancha Alvo, e ainda foi discutido sobre a forma correta de adubação, com o manejo correto de calagem a ser feito na área de cultivo.

Após a reunião o pesquisador e os participantes se deslocaram até uma propriedade que fica situada no Bairro Mercadão do proprietário João Batista Campos e seu filho Anderson Campos, na sua área de produção de maracujá, onde o pesquisador passou algumas ideias que o produtor poderia estar aplicando em sua área.

Nessa área foram encontradas duas doenças, Antracnose e Mancha Alvo, mas o pesquisador ficou muito contente com a lavoura do produtor, disse ele que produtor estava trabalhando de maneira correta, mas teria possibilidade de melhorar.

Fonte- unidade local Emater de Corumbatai do Sul.