Quatro ladrões, em um veículo GM Astra, cor preta, placa de Peabiru, tentaram assaltar um ônibus de sacoleiros que seguia no sentido Foz do Iguaçu para São Paulo. A ação aconteceu por volta das 3h da madrugada de quarta-feira (21), na região de Boa Esperança e Mamborê. Mesmo sendo atingido por 9 tiros, o ônibus não parou e acionou a polícia. A Polícia Militar de Boa Esperança ficou atenta à rodovia. Em seguida, a quadrilha tomou de assalto um ônibus da Viação Garcia, que fazia a linha Jacarezinho - Foz do Iguaçu. Não houve disparos neste ônibus, mas os elementos obrigaram o motorista a conduzir o veículo a um matagal na rodovia que liga a BR 369 à cidade de Boa Esperança. 

A viatura da PM daquele município se posicionou a uma certa distância do ônibus e aguardou a saída da quadrilha. Houve troca de tiros e a viatura, com dois policiais militares de Boa Esperança, perseguiu o GM Astra pela BR 369, capturando os mesmos entre o trevo de Mamborê e a praça de pedágio. Na troca de tiros, um ladrão ficou ferido e um outro foi atingido de raspão.

Após a captura, a equipe recebeu o apoio da Polícia Militar do Destacamento de Mamborê bem como da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O ônibus de sacoleiros, com placa da Foz do Iguaçu, após se distanciar do veículo que tentou abordá-lo, parou fora da rodovia e apagou as luzes, para aguardar a chegada da polícia. Um dos tiros atingiu um pneu dianteiro e o ônibus trafegou durante vários metros com o pneu furado. O motorista disse ter feito um verdadeiro malabarismo na pista, para não permitir que o veículo ultrapassasse o ônibus. Um dos projéteis perfurou a parte traseira do ônibus, percorreu toda a extensão do ônibus e atingiu a cabine do motorista. Este ônibus estava com 9 pessoas e ninguém ficou ferido. Os ocupantes informaram que alguns ônibus estão sendo assaltados neste sentido (Foz-São Paulo), pois boa parte dos ônibus com sentido inverso (São Paulo-Foz) se deslocam com escolta armada.

Pelas primeiras informações, os ladrões são de Campo Mourão.

"Eu pensei no pior", disse um dos passageiros do ônibus da Viação Garcia, informando ainda que os elementos não levaram todos os pertences. Até deixaram uma sacola cheia de celulares e outros objetos, sobre um banco. Suspeita-se que eles haviam notado a luz, à distância, e imaginaram ser a polícia, apressando a fuga. O ônibus da Garcia estava com 38 passageiros. Ambos os ônibus estavam na Delegacia de Polícia Civil de Mamborê, na manhã desta quarta-feira, prestando depoimento e recuperando os objetos roubados.

Fonte: http://www.trnoticias.com.br