AMP apóia Programa de Manejo e Conservação de Solos



O presidente da AMP (Associação dos Municípios do Paraná) e prefeito de Santo Antônio do Sudoeste, Ricardo Ortina, participou hoje, em Curitiba, do lançamento do Programa Integrado de Conservação de Solo e Água do Paraná. O lançamento foi formalizado por meio de decreto assinado pelo governador Beto Richa e pelo secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara.

Com o apoio da iniciativa privada, o programa busca a mobilização e conscientização dos produtores rurais para que cumpram suas obrigações de cuidar e preservar o solo e a água. A iniciativa também atende aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da ONU (Organização das Nações Unidas). "A AMP fará o que for possível para garantir que o programa tenha êxito, já que a agricultura é o motor do desenvolvimento nos municípios”, comentou Ortina.

Para Beto Richa, o cuidado com o solo e a água garante a sustentabilidade da principal atividade econômica do Estado. "Essa iniciativa visa o desenvolvimento mais acentuado do Paraná. Não é um programa de governo, mas de Estado, diante da grande importância que ele representa para a agricultura, que é a base da nossa economia e que tem salvado a balança comercial brasileira”, afirmou. 

Três frentes

O programa está sendo estruturado para ser executado em três frentes: capacitação, pesquisa e estímulo de boas práticas com os agricultores. "Será um alerta ao produtor de que ele deve plantar e gerar renda com a atividade, mas não pode descuidar do uso correto do solo e da água para manter a fertilidade natural de nosso Estado para as gerações futuras”, afirmou o secretário Norberto Ortigara.

Além disso, as ações já existentes do programa de Conservação de Solos em Microbacias serão integradas à iniciativa lançada hoje. O programa é promovido pela Secretaria da Agricultura e do Abastecimento e pelo Emater em 300 microbacias do Estado, com financiamento do Banco Mundial. "A ideia é que essas microbacias sejam unidades de referência para os agricultores nas regiões”, explicou Ortigara.
Para disponibilizar assistência técnica suficiente para o aumento da demanda prevista, o Senar/Fetaep (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, da Federação da Agricultura do Estado do Paraná) vai capacitar mais de dois mil técnicos, em todas as regiões, com cursos a distância e presencial. A capacitação terá duração de 300 horas e os agrônomos serão patrocinados pela entidade.

Projetos

Os técnicos serão capacitados para elaborar os projetos técnicos individualizados, de acordo com as necessidades de cada propriedade. As técnicas de conservação serão recomendadas para atender as carências identificadas no diagnóstico nas áreas. Assim, essas técnicas implicam em uso adequado de agrotóxicos, adoção de rotação de culturas, plantio direto, plantio em nível, terraços, proteção e conservação de nascentes, dentro outras práticas. 

Além disso, o produtor terá que cumprir com as obrigações do Código Florestal, como a legislação existente na manutenção de mata ciliar e reserva legal e formação de áreas de preservação permanente. O projeto técnico vai dizer exatamente o que será necessário executar, conforme características da área e da cultura ou criação instalada na propriedade.

Pesquisa forte

Outra linha de ação do Programa Integrado de Conservação de Solo e Água do Paraná será a pesquisa. As entidades participantes do programa vão se cotizar e disponibilizar um total de R$ 15 milhões para financiamento de pesquisas práticas e que cheguem ao produtor de forma ágil. Os recursos são provenientes da Rede Paranaense de Agropesquisa e Formação Aplicada, criada pelo Governo do Paraná para incentivar a inovação e a pesquisa científica e tecnológica para o setor agropecuário no curto, médio e longo prazo. A rede facilita o compartilhamento dos ativos das universidades estaduais e institutos de pesquisa no Estado do Paraná, devendo envolver mais de 4 mil pesquisadores dessas instituições, entre doutores e mestres na área científica, em benefício da agricultura paranaense. 

O programa terá um Conselho Consultivo, composto por entidades representativas do setor rural, que apontarão as grandes diretrizes. Fazem parte desse conselho as Secretarias de Estado da Agricultura e Abastecimento e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, a Faep/Senar, Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep), Associação dos Municípios do Paraná (AMP), Copel, Itaipu Binacional, Sanepar, Federação Brasileira de Plantio Direto na Palha, Associação Paranaense de Planejamento Agropecuário, Agência de Defesa Agropecuária do Paraná, Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná, Emater e Iapar.

Haverá, ainda, um comitê gestor, com a participação de seis entidades do setor público e da iniciativa privada: Emater, Iapar, Faep, Fetaep e Ocepar, sob a coordenação da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, além de uma secretaria executiva do programa.

Participaram da solenidade de lançamento o secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Antonio Bonetti; o diretor administrativo do BRDE, Orlando Pessuti; os presidentes da Sanepar, Mounir Chaowiche; da Fetaep, Ademir Muller; da Ocepar, José Roberto Ricken; da Adapar, Inácio Kroetz; da Emater, Rubens Ernesto Niederheitmann; o superintendente do Paraná do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Gil Bueno de Magalhães, e o deputado estadual Pedro Lupion.

AENotícias, com Assessoria de Comunicação da AMP
Compartilhe no Google+

Você e Região

Noticiando e informando com responsabilidade.

"Procure olhar com os olhos de sua alma e verás nas coisas simples grandes valores."
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário

Março
05 a 11 Farmácia Pague Menos
12 a 18 Farmácia Santa Clara
19 a 25 Farmácia Imperial
26 a 01 de Abr Farmácia Drogafarma

Abril
02 a 08 Farmácia São Marcos
09 a 15 Farmácia Pague Menos
16 a 22 Farmácia Santa Clara
23 a 29 Farmácia Imperial
30 a 06 de Maio Farmácia Drogafarma

Maio
07 a 13 Farmácia São Marcos
14 a 20 Farmácia Pague Menos
21 a 27 Farmácia Santa Clara
28 a 03 de Jun Farmácia Imperial
Junho
04 a 10 Farmácia Drogafarma
11 a 17 Farmácia São Marcos
18 a 24 Farmácia Pague Menos
25 a 01 de Jul Farmácia Santa Clara

Julho
02 a 08 farmacia imperial
09 a 15 farmacia drogafarma
16 a 22 farmacia sao marcos
23 a 29 farmacia pague menos
30 a 05 de Ago farmacia santa clara

Agosto
06 a 12 Farmácia Imperial
13 a 19 Farmácia Drogafarma
20 a 26 Farmácia São Marcos
27 a 02 de Set Farmácia Pague Menos
Setembro
03 a 09 Farmácia santa clara
10 a 16 Farmácia imperial
17 a 23 Farmácia drogafarma
24 a 30 Farmácia sao marcos
Outubro
01 a 07 Farmácia Pague Menos
08 a 14 Farmácia Santa Clara
15 a 21 Farmácia Imperial
22 a 28 Farmácia Drogafarma
29 a 04 de Nov Farmácia São Marcos
Novembro
05 a 11 Farmácia Pague Menos
12 a 18 Farmácia Santa Clara
19 a 25 Farmácia Imperial
26 a 02 de Dez Farmácia Drogafarma
Dezembro
03 a 09 Farmácia São Marcos
10 a 16 Farmácia Pague Menos
17 a 23 Farmácia Santa Clara
24 a 30 Farmácia Imperial

31 a 06 de janeiro de 2017 - Farmácia Drogafarma