Um crime bárbaro foi descoberto na tarde desta segunda-feira (7) em Ponta Grossa, região dos campos gerais no Paraná. Maria Geni Lourenço de Oliveira, 41 anos, foi presa após degolar a filha de apenas três dias. A acusada está presa na delegacia da Polícia Civil. De acordo com a polícia, ela confessou e revelou detalhes sobre o crime cometido no domingo (6) após retornar do hospital.

A Polícia Civil vai investigar o crime que ocorreu na rua Tadeu Philipowski no Jardim Alvorada.

A acusada usou uma faca grande, utilizada em açougues, para separar o corpo da cabeça da recém-nascida. Após cometer o crime, ela enrolou em sacos plásticos e jogou no quintal da casa. A mulher alegou problemas psicológicos.

Denúncias anônimas levaram a Polícia Militar até o local. A mulher disse aos policiais que sofre depressão e ainda que passa por dificuldades financeiras.

Fonte: http://www.radioeducadora1120.com.br/